Internada

Cristina Kirchner será operada amanhã

A presidenta da Argentina vai retirar um acúmulo de sangue na cabeça

acessibilidade:

cristina_kirchner

A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, será operada amanhã (8) para retirar um acúmulo de sangue na cabeça. Ela foi internada hoje (7), quando os médicos detectaram o hematoma subdural e foi submetida a exames cardiovasculares pré-cirúrgicos.

Kirchner foi ao médico após sentir um formigamento no braço esquerdo. “A presidente apresentou no domingo um formigamento em seu braço esquerdo (…) registrando uma transitória e leve perda de força muscular em seu membro superior. É indicada a intervenção cirúrgica que consiste na retirada do hematoma”, explicou a Fundação Favaloro.

Kirchner, que tem 60 anos, ficará um mês de atestado médico para se recuperar da cirurgia. O fato acontece há apenas três semanas para a eleição legislativa, quando ela saberá quanto poder terá no Congresso pelos próximos dois anos. O vice-presidente Amado Boudou já assumiu o lugar de Kirchner.