Mais Lidas

Recurso protelatório

Justiça italiana suspende extradição de Pizzolato

Pizzolato fica por lá até ter admissibilidade de recurso julgada

acessibilidade:

A extradição do mensaleiro fugitivo, Henrique Pizzolato, foi suspensa pela justiça italiana após recurso da defesa. O Conselho de Estado deve emitir um parecer sobre o recurso na semana que vem, mas, até que isso aconteça, o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil condenado a mais de 12 anos de prisão permanecerá na Itália.

A estratégia dos advogados do mensaleiro de recorrer ao Conselho de Estado, que só pode julgar a admissibilidade e não o mérito, é meramente protelatória, pois o Tribunal Administrativo Regional do Lazio já havia negado o recurso. Com isso, a Polícia Federal pausou os planos para trazer Pizzolato de volta.

Reportar Erro