Mais Lidas

Estratégia adversária

Hillary diz que atacar o marido, Bill Clinton, não vai adiantar

Pré-candidata Democrata, Hillary desdenha de ataques ao marido

acessibilidade:

A candidata presidencial democrata Hillary Clinton disse que o foco dos rivais republicanos em escândalos sexuais do seu marido é um "beco sem saída" que não a prejudicou no passado e "não vai funcionar novamente".

Questionada em uma entrevista com a CBS "Face the Nation" se o passado mulherengo do seu marido é "jogo justo" para seus oponentes, Hillary disse: "Eles podem fazer isso novamente, se quiserem. Essa pode ser a escolha deles sobre a forma de continuar a campanha."

Os comentários de Hillary se deram após a publicação na quinta-feira de um vídeo do republicano Donald Trump que sugere que o recorde do ex-presidente Bill Clinton de infidelidade prejudica o apoio da candidata aos direitos das mulheres. "Ele (Trump) pode falar o que quiser sobre mim, deixe os eleitores julgarem isso", disse Hillary, neste domingo.

O vídeo, postado na conta no Instagram de Trump, cita o escândalo de 1990 envolvendo a funcionária da Casa Branca, Monica Lewinsky. Trump disse à NBC neste domingo que ele se sentiu compelido a trazer o passado de Bill Clinton à tona, porque Hillary tinha chamado ele de sexista.

Vídeos Relacionados