Mais Lidas

Ensino à distância

Governo fundará Universidade que dará aulas de marxismo a trabalhadores

Ministro Manoel Dias (Trabalho) pretende lançar o projeto até março de 2014

acessibilidade:

Em busca de agenda positiva para 2014, após ser alvo este ano de denuncias de corrupção, o  ministro do Trabalho, Manoel Dias, pretende lançar, no primeiro trimestre de 2014, a Universidade do Trabalhador, plataforma de ensino à distância que oferecerá cursos de qualificação profissional com objetivo de  “politizar” trabalhadores.

Segundo Manoel Dias, do PDT, os trabalhadores de hoje precisam de maior compreensão política. As aulas incluem o estudo do “marxismo, socialismo e capitalismo”, e serão oferecidas para 100 mil trabalhadores or meio do Centro de Difusão de Tecnologia e Conhecimento, da Casa Civil.

O primeiro convênio foi firmado com a Universidade Federal de Santa Catarina, mas a ideia, segundo o ministro, é expandir o atendimento a 250 mil pessoas, com acesso em países como Argentina, Uruguai e Venezuela. A próxima a entrar no projeto será a Universidade de Brasília, e há expectativa de entrada de mais três instituições em 2014.