Mais Lidas

Nunca usou

Governo de SP fecha posto após reforma de R$ 10 milhões

acessibilidade:

Hospital Regional SulO governo de São Paulo vai destruir o posto de distribuição de remédios de alto custo do ambulatório do Hospital Regional Sul. O posto foi reformado em uma obra que custou R$ 10 milhões e nunca foi utilizado. A estrutura conta com duas câmaras frigoríficas, sete geladeiras, 21 guichês e sala de espera para atender quem precisa de medicamento caro e não tem condições de pagar. A área será transformada em anexo de pronto-socorro do Hospital Regional Sul.

Funcionários do hospital confirmam que o posto será desmontado. ?A gente ia ter uma farmácia de alto custo aqui, que, depois, ficou parada. Agora, estão reformando de novo essa farmácia. E o que eles estão fazendo? Estão desocupando. Então não vai ter mais farmácia. A gente nem pôs nada de farmácia de alto custo, mas nunca abriu; a gente nem sabia que medicamento ia ter? revelou uma funcionária. Outro profissional confirmou que há demanda para ser atendida na farmácia que nunca funcionou. ?Há uma estimativa entre 14 mil e 15 mil usuários na região sul. Esse pessoal que seria o beneficiado, não precisaria sair daqui e ir até o outro lado da cidade pegar remédio?.