Ministro moderno

Garibaldi demite pelo Twitter servidor suspeito de corrupção

Servidor da previdência está sendo investigado pela Operação Miquéias

acessibilidade:

O ministro Garibaldi Alves Filho (Previdência) antecipou neste sábado (21),  em sua página do Twitter, a exoneração do servidor público Gustavo Alberto Starling Soares Filho, do Ministério da Previdência Social. Starling é investigado pela operação Miquéias da Polícia Federal (PF) por envolvimento com quadrilha suspeita de pagar propina a prefeitos para conseguir investimentos de fundos de pensão municipais. A suspeita da PF é que ele se comunicava com a organização e fazia visitas frequentes a uma das empresas apontadas no esquema.

A exoneração de Starling não configura demissão, já que ele é servidor público.  Ainda é necessária uma investigação por meio de processo administrativo para que se haja demissão. O Diário Oficial de hoje publicou a exoneração do assessor da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Idaílson José Vilas Boas Macedo, que também é investigado pela mesma operação por formação de quadrilha e tráfico de influência.