Relatório

FMI prevê menor crescimento para o Brasil

Redução de crescimento do país de 3,2%, em julho, para 2,5% no ano que vem

acessibilidade:

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou nesta terça-feira (8) que o Brasil terá um crescimento mais tímido entre o Brics em 2014. A entidade prevê uma redução de crescimento do país de 3,2%, em julho, para 2,5% no ano que vem. A projeção foi mantida em 2,5% para 2013. Os números estão no relatório World Economic Outlook, divulgado hoje.

O FMI garante ainda que a Rússia crescerá 3%, a Índia, 5,1%, a China, 7,3% e a África do Sul, 2,9%. A previsão de crescimento global foi de 2,9%, em 2013, para 3,6% em 2014. O fundo atribui grande parte do crescimento ao avanço das economias desenvolvidas. Contudo, o FMI considera este um movimento natural após os estímulos para enfrentar a crise econômica mundial.

Para o FMI, essa transição de crescimento e a política monetária adotada pelos Estados Unidos são novos desafios e apresentam riscos. ?Apesar de o Federal Reserve [banco central dos EUA] decidir recentemente não diminuir o ritmo das compras de ativos, as saídas de capital dos mercados emergentes caíram um pouco, e os rendimentos de títulos norte-americanos continuam bem acima dos níveis do início de maio”.

Com informações da Agência Brasil.