16 pessoas indiciadas

Filhos de ministros são acusados de corrupção na Turquia

O primeiro-ministro que disse que a "operação suja" visa minar seu governo

acessibilidade:

Investigação na Turquia revelada neste sábado (21) apontou suposta participação de dezesseis pessoas, incluindo os filhos de dois ministros, em esquema de corrupção na Turquia. O gerente-geral do banco estatal Halkbank também está entre os acusados.

A denúncia atingiu o núcleo da elite governante, da qual faz parte o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, que classificou a operação como “suja”, cuja meta seria minar seu governo. Erdogan disse ainda que alguns embaixadores estrangeiros no país que não foram mencionados estiveram envolvidos em “provocações”.

Alguns jornais pró-governo acusaram o embaixador dos EUA de encorajar a medida contra o Halkbank – acusação negada pelo diplomata.