Mais Lidas

Pibão em Alagoas

Estimativa de PIB supera a média nacional em 2013

Governo garante que o PIB local superou a média nacional em 2013

acessibilidade:

A estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) de Alagoas de 2013 apresentou um crescimento de 3,3%, índice acima da média nacional, cuja estimativa foi de 2,3%. Os dados, formulados pela Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) foram apresentados pelo governador Teotonio Vilela Filho, nesta quinta-feira (26), em reunião com empresários na Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea).

A pesquisa funciona como uma prévia do PIB nacional, divulgado oficialmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo apontou crescimento nos três setores analisados: agropecuária (4,5%), indústria (3,4%) e serviços (2,9%). Quando comparado a outros estados do Nordeste que realizam a pesquisa estimada, os números do PIB colocam Alagoas acima dos índices da Bahia (3,0%) e próximos dos números dos estados do Ceará (3,4%) e de Pernambuco (3,5%).

?Essa estimativa é importante, pois visa medir a atividade econômica e o nível de riqueza do Estado, além de permitir uma comparação da realidade alagoana com o restante do país?, destacou a secretária do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Poliana Santana.

Segundo o superintendente de Informação e Conhecimento da Seplande, Thiago Ávila, uma das razões do aumento da estimativa do PIB deste ano deve-se, principalmente, à recuperação da produção de cana-de-açúcar, após a seca que abalou o segmento em 2012. ?Esse restabelecimento, por sua vez, contribuiu também para aumentar o fôlego do setor sucroenergético na indústria. Outro dado interessante é o bom desempenho verificado na construção civil?, destacou.

Atração de novos negócios e impulso aos serviços 

A política de atração de novos negócios executada pela atual gestão tem trazido benefícios para Alagoas. Além da criação de milhares postos de empregos diretos, os novos empreendimentos favoreceram a ampliação de serviços, cujas variações têm se mantido positivas desde 2007, de acordo com a pesquisa.

A instalação do Parque Shopping na capital alagoana, por exemplo, contribuiu para o aumento do consumo de energia elétrica comercial, cujo índice subiu 7,4% neste ano. O aumento do fluxo de embarque e desembarque de passageiros, impulsionado pela dinâmica do turismo, também contribuiu para a ampliação do setor de serviços.

Outro dado trazido pelo estudo diz respeito crescimento dos produtos químicos. O resultado positivo é fruto do pleno funcionamento das novas plantas industriais de PVC e MVC da Braskem. O empreendimento viabilizado pelo Governo de Alagoas fortaleceu ainda mais a Cadeia Produtiva da Química e do Plástico (CPQP) em Alagoas, forte aliada do Estado na prospecção de novos negócios. (Suzana Gonçalves/Agência Alagoas)

Vídeos Relacionados