Espionagem americana

Escândalo ajudou na escolha de caças suecos, diz Ferraço

Tecnologia permite que o país tenha domínio completo da construção dos equipamentos

acessibilidade:

O presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), disse nesta sexta-feira (20) que a denúncia de espionagem pelo governo norte americano contribuiu para que o governo brasileiro decidisse pela compra dos caças suecos Gripen NG, em detrimento dos caças F18 da Boeing americana.

Segundo ele, não foi só a questão geopolítica que ajudou na escolha da empresa sueca, mas também a transferência de tecnologia, que permitirá ao país ter o domínio completo da construção dos equipamentos.

Em declaração à Agência Senado, Ferraço disse ainda que em fevereiro o ministro Celso Amorim (Defesa), e o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, serão convidados pela comissão para detalhar os fundamentos que levaram à decisão do governo brasileiro.