Mais Lidas

Terror em Teerã

Em trajes femininos, milícia terrorista faz 34 vítimas, no Irã

Se confirmada a participação do grupo nos ataques, a republica islâmica deve passar a atuar mais diretamente no combate ao terrorismo.

acessibilidade:

Um grupo de terroristas reivindicou a autoria de atentado duplo com atiradores e homens-bomba em Teerã, capital do Irã, nesta quarta-feira (7/6). Entre as vítimas, 12 morreram e 42 ficaram feridas. Parte da organização crimosa trajava vestimentas femininas, como burcas, visando a despistar as forças de defesa.

No Parlamento do país, os atiradores fizeram reféns por volta das 8h (horário de Brasília). Após troca de tiros dos terroristas com a policia local, quatro terroristas morreram. Minutos antes, o mausoléu do líder da Revolução Islâmica de 1979, Ruhollah Khomeini, também havia sido alvo dos ataques. 
 
Por meio de nota à agência de notícias iraniana Merh, as autoridades do país afirmaram ter conseguido barrar um terceiro ataque. A ordem no país é de que a população evite o transporte publico nas próximas 24 horas. 
 
Se confirmada a participação do grupo terrorista nesses ataques, a republica islâmica deve passar a atuar mais diretamente no combate à milícia, que atua com mais força no Iraque e na Síria.