deputado-presidiário

Donadon tem cela especial, mas sem mamão papaya

Natan Donadon segue preso na Papuda, no DF

acessibilidade:

Condenado a 13 anos de prisão, o deputado-presidiário Natan Donadon (PMDB-DO) perdeu as regalias de homem de vida pública para amargar na solidão de uma cela no Complexo Penitenciário da Papuda. Reportagem da revista Congresso em Foco relata a nova vida do parlamentar atrás das grades.

Longe da Câmara, Natan Donadon (PMDB-RO) perdeu o direito a comer sua fruta favorita, um mamão cortadinho servido na Liderança do PMDB da Casa. Mas mantém o status de congressista na ala dos detentos e mais segurança contra atos de violência sexual, prática comum nos presídios.

 

 

O deputado foi preso depois da condenação do Supremo Tribunal Federal (STF), acusado de desviar R$ 50 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia. Por não ter sido cassado, Donadon mantém a regalia de ter cela individual. Senão, teria de dividir cela coletiva com presidiários mais perigosos da Papupa.