"Justiça" de ditadura

Ditador da Coreia do Norte manda executar o tio "depravado"

De ex-mentor a "traidor", Jang Song Thaek era "pior que um cachorro"

acessibilidade:

Pyongyang – Jang Song Thaek, tio do presidente da Coreia do Norte, Kim Jong Un, foi executado por “traição”, informa a agência estatal de notícias do país, por ordem do próprio sobrinho.

No despacho, a mídia estatal norte-coreana desqualifica Jang – até poucos dias atrás considerado o segundo homem mais poderosos do país – como um “traidor pior do que um cachorro”.

O anúncio da execução de Jang ocorre apenas alguns dias depois de ele ter perdido todas as posições que detinha no governo em meio a denúncias de que era corrupto, usava drogas, era viciado em jogos, mulherengo e que levava uma vida “dissoluta e depravada”.

Jang era considerado o mentor de Kim Jong Un, tendo ajudado o sobrinho a consolidar o poder depois da morte de Kim Jong Il, dois anos atrás. Fonte: Associated Press.