Mais Lidas

Vergonha

Dinheiro público paga chope de ministro e cachaça de deputado

Deputados que pagam bebidas com dinheiro público: Pepe Vargas (chope), Tenório (cachaça), Waldekolk (caiprifruta), Silva (vinho)

acessibilidade:

O desrespeito com o dinheiro público segue imparável, na Câmara. O atual ministro Pepe Vargas (Relações Institucionais) foi deputado federal pelo PT-RS até 31 de dezembro, quando usou o ?cotão? mensal (ou Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar) de R$ 37.256 até para beber chope às nossas custas. É rotina. Em dezembro, Vargas pediu reembolso de R$ 31,80 de uma fatia de pizza e a cerveja long neck que a acompanhou. Os comprovantes estão em poder da coluna.

Na mesma linha de desrespeito, o deputado Francisco Tenório (PMN-AL) fez a Câmara ressarcir 4 reais pagos por uma dose de cachaça.

Wandenkolk Golçalves (PSDB-PA) pediu reembolso da ?caipifruta? que bebeu para acompanhar uma picanha. Tudo por nossa conta.

Zé Silva (SD-MG) é outro que bebe por nosso conta, como quando fez o contribuinte pagar o vinho Carmen Carmenère que ele ?enxugou?.

A verba indenizatória foi criada pelo então presidente da Câmara, Aécio Neves, para mascarar um aumento salarial para os deputados. Leia na coluna de Claudio Humberto.

Reportar Erro