Caminho livre

DF: Sem Reguffe, políticos articulam corrida ao Senado

E deixa caminho livre a cinco interessados nas cadeiras do Senado

acessibilidade:

A pré-candidatura do deputado federal Antônio Reguffe (PDT) ao governo do Distrito Federal — anunciada na última segunda-feira (7) — abriu espaço para parlamentares apertarem os passos na corrida ao Senado. Sem Reguffe, o caminho fica mais livre para os interessados à vaga.

O senador Gim Argello (PTB) está de olho na reeleição. É possível que ele tente a disputada vaga disponível no Senado. A cadeira também é cobiçada pelos petistas Geraldo Magela, que é secretário de Habitação no Distrito Federal, e pelo deputado distrital Chico Leite. Ambos batalham dentro do partido para concorrer ao Senado.

A distrital Eliana Pedrosa (PPS), apesar de ter se lançado ao Palácio do Buriti, também está costurando alianças para concorrer ao Senado. Ela pode fechar acordo com o ex-deputado Alberto Fraga, que concorreu e perdeu em 2010. Ele já avisou que desta vez quer concorrer para vencer, por isso costura aliança com Eliana Pedrosa para que, juntos, formem uma chapa Câmara – Senado nas eleições de 2014.