Monitor para eleitor

Deputado revela que Renan Filho cumpriu 6% das promessas

Rodrigo Cunha cria portal que fiscaliza o governo de Alagoas

acessibilidade:

Dois dias depois de o governador Renan Filho (PMDB) exaltar a 2ª colocação no ranking nacional de transparência pública, com aumento de 94% nos acessos ao Portal da Transparência, seu principal opositor na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), Rodrigo Cunha (PSDB), lançou nessa quinta-feira (7) um portal destinado ao mesmo público sedento pelo exercício da cidadania. O deputado estadual tucano pôs no ar o site Monitora Alagoas, que disponibiliza uma plataforma de fiscalização das promessas de campanha de Renan Filho.

A iniciativa mostrou que o peemedebista que se aproxima da metade do mandato de governador só cumpriu 6% das promessas e iniciou apenas 36% do cumprimento das metas pactuadas no programa de governo elaborado em 2014. De acordo com os dados do portal, coletados junto ao Governo de Alagoas por Rodrigo Cunha, 45% das promessas sequer começaram a ser cumprida, 4% dessas metas começaram, mas estão paralisadas e sobre 10% delas o governo não deu informações oficiais.

A dívida de Renan Filho com o eleitor atinge áreas sensíveis, com percentuais de cumprimento de metas em torno de apenas 3% na Saúde, 3% na Educação, 5% no Desenvolvimento Econômico e Turismo, 6% no Esporte e Lazer, 6% no Meio Ambiente, 8% na Cultura e 11% na Ciência e Tecnologia. A situação é pior nas áreas de Assistência Social, Agronegócio, Gestão e Infraestrutura, onde nenhuma das promessas foi cumprida.

A promessa de retirar Alagoas do topo do ranking nacional das mortes decorrentes de crimes, reduzidas em 18% em 2015, teve reflexo no Monitora Alagoas, com o registro do cumprimento de 29% das metas prometidas para a Segurança Pública em 2014. No combate ao crime, foi registrado que o Governo de Alagoas tem 62% das promessas de governo em andamento e apenas 8% não iniciadas.

Poder para o povo

 O autor do monitor de promessas vê o empoderamento dos cidadãos como grande diferencial da plataforma de fiscalização. Rodrigo Cunha afirma que, pela primeira vez em Alagoas, a população pode acompanhar, fiscalizar e cobrar as promessas de um governo.

“As pessoas vão poder acompanhar de perto se a quadra da escola que o filho estuda foi entregue, como está o andamento da Casa de Parto prometida para realizar o parto humanizado ou ainda o motivo do Polo Agroalimentar de Arapiraca estar parado. O lançamento dessa plataforma é um marco para mim como deputado que tenho a obrigação de fiscalizar as ações do executivo”, ressaltou Rodrigo Cunha.  

A iniciativa envolve sua equipe de técnicos para esse acompanhamento, maior parte admitida por meio de concorrência pública promovida pelo gabinete do deputado Rodrigo Cunha. Em encontro com a imprensa na quinta-feira (8), o parlamentar explicou que foi definida uma metodologia que compreende cinco etapas: a versão oficial das secretarias de Estado, a análise das leis orçamentárias, do Plano Plurianual 2016-2019 e do Portal da Transparência, a repercussão da imprensa alagoana e visitas técnicas aos locais.

Para o cidadão alimentar o portal de fiscalização, será permitida a interatividade para envio de comentários, vídeos, fotos ou áudios, por meio do acesso direto ao site www.monitoraalagoas.org ou no endereço www.rodrigocunha.org e redes sociais do deputado.

“A política não termina na hora do voto. E tenho certeza que quando os alagoanos perceberem o poder que temos nas mãos com essa ferramenta nós vamos conseguir mudar esse Estado”, acredita Rodrigo Cunha, que é filho da deputada federal Ceci Cunha, assassinada junto com familiares a mando do suplente Talvane Albuquerque, em 1998.

Renan Filho e o Governo de Alagoas não comentaram o assunto.