'Diário' antecipou

Deputado do DF troca PR pelo PP para evitar companhia de Arruda

acessibilidade:

O deputado federal Ronaldo Fonseca deixou a presidência do Partido da República no Distrito Federal para assumir o comando do Partido Progressista regional. Desgostoso com o PR, Ronaldo já havia repetido várias vezes o desejo de abandonar a legenda. Resolveu aceitar, então, o convite do presidente nacional do partido Ciro Nogueira, e do ministro das Cidades, Aguinaldo Velloso.

Ao assumir o comando do PR no Distrito Federal, Ronaldo Fonseca alega que vai manter a presidência da legenda nas mãos do deputado distrital acusado de corrupção no esquema revelado pela Caixa de Pandora Benedito Domingos. O distrital conseguiu na Justiça uma liminar que condiciona o processo de cassação dele na Câmara Legislativa às decisões judiciais.

Ao Diário do Poder, Ronaldo Fonseca tinha garantido deixar o PR caso o ex-governador José Roberto Arruda ? que foi preso pela Polícia Federal por envolvimento no mensalão do DEM ? aceitasse o convite que o dono do partido, Valdemar Costa Neto, para entrar no PR.

As brigas internas derrubaram Ronaldo no partido. Na semana passada, o PR anunciou o nome de Salvador Bispo para assumir a presidência regional. Ronaldo criticou a nomeação do Bispo, ?que é ligado ao ex-governador Arruda?, acusa o deputado federal.