Mais Lidas

Lava Jato

Cunha provoca e diz: 'Porta da minha casa está aberta'

Afirmação foi feita após a PF fazer buscas na casa de senadores

acessibilidade:

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) provocou nesta quarta-feira, 15, a força-tarefa da Lava Jato. Um dia após a Polícia Federal fazer buscas nas residências de três senadores, Cunha disse que a porta da casa dele “está aberta”.

“A porta da minha casa está aberta, vão a hora que quiserem. Pode ir a hora que quiserem. Eu acordo às 6h, que não cheguem antes das 6h, para não me acordar. Eu não sei o que eles querem buscar lá, mas se quiserem estou às ordens”, disse Cunha.

Nesta terça, 14, a PF deflagrou a Operação Politeia, um desdobramento da Operação Lava Jato, que cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências dos senadores Fernando Collor (PTB-AL), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Ciro Nogueira (PP-PI) e de outros políticos.

Segundo a Polícia Federal, o objetivo da Politeia é evitar que provas importantes do Petrolão sejam destruídas pelos investigados. As buscas ocorreram nas residências de investigados, em seus endereços funcionais, sedes de empresas, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.

Nos corredores, fala-se que Eduardo Cunha e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), serão os próximos alvos da Lava Jato.