Cruz credo

acessibilidade:

Cruz credoConta o catarinense Esperidião Amin que certa vez encontrou no centro de Florianópolis uma amiga e eleitora do interior, de uma família de agricultores. Enquanto caminhavam, ela fez o sinal da cruz três vezes, ao passar diante de uma agência do Banco do Brasil. E esclareceu:

– É que eu tenho dois filhos e um genro enterrados aí dentro…