Agressão a senador

Conselho de Ética define relator contra Jair Bolsonaro

Bolsonaro teria agredido o senador Randolfe Rodrigues no DOI-Codi

acessibilidade:

O Conselho de Ética da Câmara definiu nesta quinta-feira (26) o relator responsável pela representação apresentada pelo Psol contra o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ). Sérgio Moraes (PTB-RS) foi escolhido como relator,  já que o deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) e Zequinha Marinho (PSC-PA) preferiram não assumir a função. Moraes ficou conhecido em 2009, após dizer que estava “se lixando para a opinião pública” quando era relator do processo contra Edmar Moreira, que ficou conhecido com o “deputado do castelo”.

Bolsonaro é acusado de quebra de decoro parlamentar pelo PSOL, porque teria agredido o senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP), enquanto parlamentares ligados à Comissão Nacional da Verdade visitavam o ao antigo Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) no Rio de Janeiro.

Tania Rego - Jair Bolsonaro e Randolfe Rodrigues

Deputado Jair Bolsonaro (esq.) bate boca com o senador Randolfe Rodrigues (dir.) em frente ao antigo DOI-Codi