Comércio exterior

Conferência da OMC em Bali finalmente se aproxima de acordo

acessibilidade:

Como a Índia exigia, porque seu governo está às vésperas de eleições gerais, programas de segurança alimentar dos países em desenvolvimento não serão questionados na Organização Mundial do Comércio, por isso agora está  mais próximo um acordo na conferência ministerial que a OMC realiza em Bali (Indonésia), sob a liderança do diplomata brasileiro Roberto Azevêdo, diretor-geral da instituição. Resta o impasse criado por Cuba, que exige o fim do embago imposto pelos Estados Unidos, com a solidariedade de Venezuela, Nicarágua, Equador e Bolívia.

Segundo o ministro de Comércio da Índia, Ahmad Sharma, confirmou o acordo para manter os programas indianos de compra de grãos e arroz subsidiados para distribuir para a população carente. Só falta assiná-lo. Os Estados Unidos, que resistiam a ela, já concordara com seus termos gerais.

Os americanos não querem discutir o fim do embargo a Cuba, e esse é o impasse mais importante que resta para um acordo amplo em Bali.