Vândalos mascarados

Comissão de Direitos Humanos debate ações dos "black blocs"

A comissão deve ressaltar a proibição do anonimato definida na Constituição

acessibilidade:

black

As ações violentas dos “black blocs”, grupo de mascarados que se infiltram em manifestações populares, está sendo discutida na Comissão de Direitos Humanos e Minorias na Câmara do Deputados. O responsável pelo pedido da audiência é o deputado Severino Ninho (PSB-PE), o mesmo destaca a agressividade do grupo que protesta sem mostrar o rosto, depredando o patrimônio público. Severino Ninho salienta ainda que “a Constituição ressalva a característica pacífica de manifestações, e veda o anonimato”.

Foram convidados a participar da audiência, o diretor da FC Britto Advocacia e Consultoria, Jurídica, Flávio Britto; a professora do Curso de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (Unifesp), Esther Solano Gallego; o coordenador do blog “Para Entender Direito” do Jornal Folha de S. Paulo, Gustavo Romano Oliveira; e o professor do Mestrado em Ciência Política da Unieuro, Delmo de Oliveira Argulhes.