Mais Lidas

Eleições 2014

Com medo da derrota, PT altera sua campanha

Após queda nas pesquisas, campanha do PT decide promover mudanças

acessibilidade:

O comando da campanha do PT concluiu que fracassou o núcleo do ex-ministro Franklin Martins para cuidar das chamadas ?mídias sociais? e digitais. A avaliação foi feita após as pesquisas Ibope e Datafolha apontando para o risco real de derrota da presidenta Dilma em outubro. Por isso, o PT decidiu fazer mudanças no esquema, reforçando a equipe com novos profissionais e demitindo aqueles que falharam.

Uma das principais decisões da campanha do PT foi de ?abrir fogo? contra Marina Silva, sua pregação e seu marido, nas redes sociais.

A ideia do PT é explorar os R$ 1,6 milhão das palestras de Marina, e acusá-la de ?trair? diversas causas e da possibilidade trair o voto.

Marina venceria o 2º turno por 50% contra 40% da candidata do PT, segundo o Datafolha. O Ibope prevê Marina com 45% e Dilma 36%.

Oficialmente, a campanha petista nega demissões e afirma que, apesar das pesquisas adversas, ?a campanha continua a mesma?.

Vídeos Relacionados