Mais Lidas

PM tartaruga

Criminalidade cresce e PM tira soneca em serviço

Só no final de semana, 13 novos homicídios ocorreram na Capital Federal

acessibilidade:

Uma leitora assídua do Diário do Poder flagrou um policial militar dormindo em serviço. Como a categoria assume que está em ?Operação Tartaruga?, o fato não altera muito a realidade de Brasília, que sofre uma onda intensa de violência, já que o agente de certo não atenderia a uma possível ocorrência. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, nos primeiros 30 dias do ano houve um aumento de 28% no números de homicídios quando comparado com o mesmo período do ano passado. Até o momento, foram registrados 90 mortes em pouco mais de 30 dias. A PM alega que a foto obtida pelo Diário do Poder “foi tirada no dia 26 de fevereiro e já foi instaurado um procedimento disciplinar para apurar a conduta do policial”.

Durante o final de semana, pelo menos 13 homicídios aconteceram na capital federal. Entre eles, há o caso do jovem de 22 anos que foi executado a tiros depois de se envolver em uma confusão. O autor dos disparos fugiu de bicicleta e ainda não foi localizado. Outra morte ocorreu em Águas Claras após uma briga de bar. Em Santa Maria, dois amigos, de 29 e 30 anos, foram assassinados enquanto andavam pela quadra 208.

Este foi o primeiro final de semana após a Justiça determinar o fim da Operação Tartaruga da PMDF, ordem não acatada pela associação de policiais militares e bombeiros. A entidade informou, neste domingo (2), que continuará a fazer corpo mole, sem atender aos pedidos de socorro da população. ?A manifestação do Ministério Público de se posicionar contra a Operação Tartaruga  não nos nos assusta?, justificaram em nota.