Mais Lidas

Tirada de sarro

Cardozo tem conta de restaurante paga por "Thomás Turbando"

Ex-ministro toma troco de cliente de bar que citou 'jurista'

acessibilidade:

Advogado de defesa de Dilma no processo do impeachment, desde quando era advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo estava almoçando com o seu antecessor na AGU, Luis Inácio Adams, e foi surpreendido ao ter a conta paga pelo ilustre jurista "Thomás Turbando".

Claro que tudo não passou de uma brincadeira bem humorada de outro cliente sobre a afronta de Cardozo ao Senado Federal ao afirmar que o jurista imaginário seria um dos grandes defensores da lorota de golpe difundida pelo PT.

Cardozo se defendeu dizendo que o episódio não passou de "um equívoco" com o nome de Thomas da Rosa de Bustamante, professor de filosofia do direito da Universidade Federa de Minas Gerais, mas confirmou que o principal defensor de Dilma no caso provavelmente considere a causa como perdida.

Dias antes, Cardozo foi flagrado jogando xadrez no celular durante depoimentos de testemunhas consideradas importantes pelo advogado.