Mais Lidas

Prática costumeira

Caiado: Lula insiste na estratégia de dividir País entre "eles e nós"

Para oposição, Lula tentou politizar as graves denúncias do MPF

acessibilidade:

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) criticou a insistência do ex-presidente Lula na estratégia de tentar politizar as gravíssimas acusações feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da operação Lava Jato. Para o parlamentar, Lula não rebateu as denúncias e não apresentou "qualquer defesa" sobre a denúncia que o aponta como comandante máximo do grande esquema de corrupção investigado e criador da "propinocracia" revelada pelo procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol.

O líder do DEM no Senado também destacou a tentativa de se esconder atrás de um discurso político voltado especificamente para sua plateia onde não corre riscos. "Sequer teve coragem de enfrentar uma entrevista", alfinetou. Para Caiado, o petista adotou a prática costumeira de forjar motivações políticas por trás das investigações do MPF e questionar a imparcialidade de seus acusadores.

"Em vez de se posicionar, preferiu se esconder apenas num discurso político insosso para a sua plateia com a tese do 'eles contra nós". Tese essa que o brasileiro não suporta mais e repudia. O brasileiro não vai querer usar vermelho, vai querer justiça. E diante das acusações sérias, Lula terá muito o que explicar ao MPF e à justiça", finalizou.

Vídeos Relacionados