Campanha

Brasília se fortalece para sediar em 2019 os jogos Universíades

Representante da Fisu diz: Brasília "é perfeita" para os jogos universitários

acessibilidade:

A candidatura de Brasília a cidade-sede da Universíade 2019- jogos mundiais universitários com participação de 12 mil atletas- ganhou apoio da presidenta Dilma Rousseff, que se reuniu hoje com o governador Agnelo Queiroz, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e representantes da Federação Internacional de Esportes Universitários (Fisu).

“O esporte é parte da educação. É muito importante para nós sentir que o governo é um entusiasta para a realização do evento e que não é uma cidade quem está se candidatando, mas uma nação”, afirmou o presidente da Fisu, Claude-Louis Gallien.

Na saída do encontro, o governador contou que a presidenta destacou a importância de o país sediar o evento, com isso, incentivar jovens e adolescentes a praticar esportes desde a educação infantil até a universidade.

A Capital Federal concorre com as cidades de Baku, no Azerbaijão, e Budapeste, na Hungria, para sediar o evento internacional e o resultado deve ser divulgado no mês que vem, após os organizadores visitarem as instalações esportivas das três cidades.

VISITA- Os representantes da Fisu que estão em Brasília conheceram, na manhã de hoje (17), o Centro de Convenções Ulysses Guimarães e o Centro Olímpico da Universidade de Brasília, que será um dos palcos de competição caso a cidade vença a disputa.

“Sabemos o potencial que o esporte tem de desenvolver a economia do país e por isso esse evento está dentro da (nossa) política de desenvolvimento econômico”, argumentou o secretário adjunto de Esportes, Célio René, que recepcionou a comitiva acompanhado do secretário-adjunto de Turismo, Geraldo Bentes.

FAVORITA– Em julho o secretário de Esportes, Júlio Ribeiro, esteve em Kasan, na Rússia, para acompanhar a edição 2013 do evento e visitou a vila olímpica construída para abrigar até 15 mil pessoas, entre atletas e equipes técnicas.

Na oportunidade, o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e vice-presidente da Fisu, Luciano Cabral, chegou a afirmar que Brasília “é perfeita para a Universíade”.

Segundo a entidade internacional, um dos diferenciais da cidade e ter em um raio de 5km, instalações para 70% das ações da Universíade, como um ginásio, estádio, piscinas, centro de convenções, parque e lago.