Mais Lidas

Ditadura instalada

Brasil deve se posicionar sobre sequestro de opositores de Maduro

Governo brasileiro foi avisado do sequestro ainda de madrugada

acessibilidade:

O governo brasileiro deverá se manifestar ainda nesta terça-feria (1º) sobre o sequestro de líderes de oposição pela polícia política do ditador venezuelano Nicolás Maduro, um dia após a contestada eleição para uma assembleia nacional constituinte formada apenas por representantes do regime bolivariano.

O ato ocorre no dia seguinte à contestada eleição da Assembleia Nacioal Constituinte apenas com apoiadores do regime. A eleição, que pretende destituir o Parlamento de maioria oposicionista, instaura a ditadura na Venezuela.

Na madrugada desta terça, integrantes da polícia política “Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) da Venezuela” invadiram as residências de Leopoldo López e Antonio Ledezma, que estavam em regime de prisão domiciliar, e os levaram à força para local desconhecido.

Ainda durante a madrugada, o deputado Luís Florido avisou o governo brasileiro por telefone, enquanto familiares das vítimas e outros lúderes de oposição denunciavam o sequestro e responsabilizavam Maduro pela integridade física de Leopoldo López e Antonio Ledezma.