Mais Lidas

Impostômetro

Brasil atinge nesta quinta R$ 1,5 trilhão em pagamento de impostos no ano

No ano passado, recorde foi alcançado 22 dias depois, em 6 de outubro

acessibilidade:

O impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) chega nesta quinta-feira, 14, a R$ 1,5 trilhão arrecadado no ano. Ao revisar o deficit primário de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões este ano e em 2018, o governo alegou queda na arrecadação de impostos. No entanto, a marca de R$ 1,5 trilhão acontece exatos 22 dias mais cedo do que no ano passado, quando esse valor só foi completado no dia 6 de outubro.

O valor equivale a todo o dinheiro que os brasileiros pagaram aos cofres da União, dos Estados e dos municípios em tributos (impostos, taxas, contribuições, multas, juros e correção monetária) desde o primeiro dia do ano.

Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, a inflação tem caído, mas ainda é alta. “E também contribuíram a elevação de algumas alíquotas e a recuperação ? mesmo que lenta ? de setores da economia”.

Mas se for levado em conta o enfraquecimento recente de alguns setores econômicos, “o peso da tributação é ainda mais forte para empresas e contribuintes”, diz ele.