Mais Lidas

Desorganização

Arrecadação não justifica suspender passaportes

Vender passaporte a R$257,25 nunca rendeu tanto ao governo

acessibilidade:

O governo federal faturou R$ 347 milhões com a emissão de passaportes somente nos primeiros seis meses deste ano. O valor arrecadado desmente a versão de “falta de dinheiro” para justificar a suspensão dos serviços. Isso representa um aumento de mais de 20% em relação ao mesmo período de 2016. Poucos negócios rentáveis no Brasil registraram crescimento tão expressivo, em tempos de crise. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Não faltou dinheiro e sim previsão orçamentária. Que poderia ter sido resolvida entre Polícia Federal e Casa da Moeda, que os fornece.

A PF só vai emitir passaportes após a aprovação no Congresso de R$ 102 milhões, menos de um terço da arrecadação total deste ano.

O valor da GRU para emitir o passaporte subiu, em 2015, de R$ 156,07 para R$ 257,25, quando passou a ter validade de 10 anos em vez de 5.

Reportar Erro