Internacional

Após 20 horas de trabalho, navio Costa Concordia volta à posição normal

Após complexa operação que durou 20 horas, navio volta à posição

acessibilidade:

Após 20 meses encalhado na ilha toscana de Giglio e de mais de 20 horas de trabalho, o navio de cruzeiro Costa Concordia está finalmente na posição correta, concluída uma complexa e inédita operação de resgaste.

O trabalho começou no início da manhã desta segunda-feira e só foi concluída durante a madrugada, perto das 5h (1h em Brasília). Ainda durante a segunda-feira já era possível vislumbrar o casco enferrujado a emergir da água, apesar de as manobras que se previam demorar 12 horas estarem claramente atrasadas.

?A operação de rotação terminou e o barco está na posição vertical?, anunciou Franco Gabrielli, chefe da protecção civil italiana à imprensa, que considerou que os trabalhos terminaram com sucesso. ?É realmente impressionante ver o estado em que está o barco. E isso incomoda porque temos os olhos postos numa tragédia?, acrescentou, por seu lado, o almirante Stefano Tortora, um dos especialistas presentes nas manobras.

Já o perito que dirigiu todas as operações, Nick Sloane, foi recebido com uma grande ovação assim que o barco ficou na posição pretendida. ?Grande Nick! Bom trabalho!?, ouviam-se vários curiosos a dizer no local, onde se trocaram vários abraços.

?Vê-lo ressurgir da água foi muito emocionante para mim?, acrescentou Luciano Castro, um dos sobreviventes do acidente que quis assistir às operações.