Mais Lidas

Paraná Pesquisas

Maioria esmagadora é contra STF proibir a polícia de combater o crime em favelas do Rio

Quase 70% dos entrevistados (exatos 68,5%) condenam decisão que tolhe a ação das polícias

acessibilidade:
Supremo Tribunal Federal - Foto: Nelson Jr/STF.

A maioria esmagadora dos brasileiros é contra a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que proíbe operações policiais nas favelas cariocas, incluindo o combate ao tráfico de drogas.

De acordo com o levantamento realizado em todo o País pelo Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira (26) pelo programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, quase 70% dos entrevistados (exatos 68,5%) responderam que são contra a decisão do STF.

A repulsa dos brasileiros a essa decisão é esmagadora em todos os cortes da pesquisa, considerando idade, nível de escolaridade ou nível de ensino, por exemplo.

Estão entre os eleitores de 25 a 34 anos de idade os mais inconformados: 71,2%. Considerando os entrevistados por sexo, 73,7% dos homens são contrários, assim como 64% das mulheres.

Apenas 24,5% dos entrevistados são favoráveis à proibição de operações policiais nas favelas, a menos que sejam exaustivamente demonstradas e sob autorização final do STF. Não sabem e não opinaram 6,9%.

O Paraná Pesquisas entrevistou 2002 cidadãos em todos os Estados e no Distrito Federal, entre os dias 21 e 25 de maio.

Veja os números da ampla condenação à decisão do STF: