Mais Lidas

Lavagem de dinheiro

Ministro do governo Temer é alvo de busca e apreensão em nova fase da Lava Jato

Paulo Vieira de Souza, apontado como doleiro ligado ao PSDB, foi preso pela Polícia Federal

acessibilidade:

O ex-ministro das Relações Exteriores do Brasil Aloysio Nunes (PSDB) e Paulo Vieira de Souza, apontado como doleiro ligado ao PSDB, são alvos da 60ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça (19).

Os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-ministro do governo Temer e a Paulo Vieira, que também foi alvo de prisão e já foi indiciado em outras fases da Lava Jato. Ativos financeiros dos dois investigados também foram bloqueados pela Justiça.

As investigações apontam para um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo quantias ligadas ao chamado Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, movimentadas por doleiros entre 2010 e 2011. Segundo a PF, o dinheiro se destinava a “irrigar campanhas eleitorais e efetuasse o pagamento de propina a agentes públicos e políticos aqui no Brasil”.

A operação foi baseada em delações de doleiros e funcionários da Odebrecht. Os agentes cumprem mandados em diversas cidades do estado de São Paulo.

Reportar Erro