Mais Lidas

Eleições de 2014

Ex-governador de MG Fernando Pimental vira réu por lavagem de dinheiro

Pimentel teria recebido propina para facilitar financiamento do BNDES a projetos da Odebrecht no exterior

acessibilidade:
Fernando Pimentel governador petista de Minas Gerais.

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) se tornou réu em ação penal em que é acusado de lavagem de dinheiro e tráfico de influência durante as eleições de 2014.

Segundo as investigações no âmbito da Operação Acrônimo, que teve a sua primeira fase deflagrada pela Polícia Federal em 2015, os crimes aos quais Pimentel é acusado teriam sido praticados enquanto o ex-governador era ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços no governo de Dilma Rousseff.

Por propina, Pimentel teria facilitado a liberação de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a projetos da empreiteira Odebrecht no exterior.

A açãot tramitava no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo depois remetida à Justiça Eleitoral de Minas Gerais. Outras quatro pessoas foram acusadas na mesma ação por suposta emissão de notas fiscais falsas para lavar dinheiro de propina.

Reportar Erro