Mais Lidas

CPI-espetáculo

CPI irá marcar nova data para Wizard prestar depoimento, diz Omar Aziz

Anúncio é feito após senadores ameaçarem "caçada" a empresário que está nos EUA

acessibilidade:
Foto: Washington Costa/Ministério da Economia

Muito embora se encontre nos Estados Unidos acompanhando um familiar em tratamento de saúde, como já informou à CPI da Pandemia, o empresário Carlos Wizard já vinha recebendo tratamento de “criminoso”, com a ameaça dos senadores de oposição de acionar a Interpol para que o localize.

Wizard, no entanto, através de sua defesa, já se colocou à disposição para comparecer presencialmente, segundo revelou esta manhã o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O pretexto da CPI para essa iniciativa ocorreu após mandar a Polícia Federal localizar Wizard em endereços no Basil, mesmo sabendo que ele se encontra nos Estados Unidos.

Ele passou a ser caçado pelos senadores de oposição ao ser citado entre as pessoas supostamente consultadas pelo presidente Jair Bolsonaro para o enfrentamento da pandemia. Não há irregularidade na consulta, se de fato houve.

O presidente da CPI havia dito que Wizard estaria em “local incerto e não sabido”, apesar dos conbtaros permanentes do empresário com a comissão por. meio de sua defesa.

Vídeos Relacionados