Mais Lidas

Vírus do trabalho

Câmara dos Deputados cria novo ‘recesso’ e deixa leis por votar

Sem demora o deputado Rodrigo Maia, presidente, passou a chave nos trabalhos da Casa

acessibilidade:
Usavam máscaras na Câmara os deputados Antonio Furtado, Bia Kicis e Paulo Ganame e, no Salão Verde, Rodrigo Maia garantia espaço nas primeiras páginas e nos telejornais - Foto: João Carlos da Silva/Diário do Poder.

Grande parte dos deputados ignora que o País está em guerra contra o coronavírus e que é preciso aprovar instrumentos legais para que as autoridades de saúde possam agir. No STF, ministros com idade média elevada escolheram trabalhar. Deputados distritais do DF cumprem o dever, votando ações contra doença, mas poucos apareceram na Câmara. Sem demora, Rodrigo Maia, o presidente, passou a chave. Até para que pagadores de impostos não vejam como o desperdiçam. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Vestidos à paisana, alguns deputados apareceram com jeito de “fui!”, como Julian Lemos (PSL-PB), que vestia camiseta e calça jeans.

Ex-ministro de Dilma, Fernando Filho (MDB-PE) usava jeans e trazia mochila e sacola, deixando visível uma garrafa de vinho.

Circularam de terno e máscaras, Mauro Benevides (MDB-CE), Paulo Ganime (Novo-RJ) e Peternelli (PSL-SP) e Antonio Furtado (PSL-RJ).

Bia Kicis (PSL-DF) usava máscara azul no Salão Verde enquanto Maia improvisava uma coletiva para garantir seu espaço nos telejornais.

Vídeos Relacionados