Mais Lidas

STF blindou motoboy

Após convocação apressada, diretora da VTCLog não vai depor à CPI

Troca de depoimento foi definida ontem à noite, após STF autorizar falta de motoboy

acessibilidade:
Sessão da CPI da Pandemia no Senado. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A CPI da Pandemia pretendia ouvir nesta terça-feira (31), às 9h30, o depoimento da diretora-executiva da VTCLog, Andréia Lima, que não poderá comparecer à oitiva. A inviabilização do depoimento ocorre justamente pela decisão apressada de convocá-la, tomada na noite da segunda-feira (30), numa reunião do presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), com o vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator do colegiado, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

O depoimento do motoboy da VTCLog estava marcado para a quinta-feira (2), mas havia sido antecipado ao final da última reunião da comissão. E o motivo de mais uma mudança de planos, dessa vez frustrada, foi a garantia dada a Ivanildo Gonçalves de não comparecer ao seu depoimento marcado para hoje, por decisão do  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nunes Marques.

Convocada depois das 22h de ontem, Andréia Lima não comparecerá ao depoimento, porque está em São Paulo, com compromissos inadiáveis relativos à logística da distribuição de vacinas, operada pela VTCLog.

A previsão inicial era de que a CPI tomaria nesta terça-feira o depoimento de Ivanildo, que é motoboy a serviço da VTCLog e teria feito saques milionários, considerados suspeitos. Conforme o requerimento de convocação, de autoria de Randolfe Rodrigues, Ivanildo é um “aparente intermediário em esquemas duvidosos da empresa VTCLog”.

A convocação de Andréia Lima havia sido aprovada pelos senadores em 7 de julho. Entretanto, a data de comparecimento ainda estava indefinida.

Nas redes sociais, Randolfe disse respeitar a determinação do Supremo, mas anunciou que vai recorrer.

“Pelo visto, a VTClog é realmente muito poderosa. Que segredos o motoboy esconde? Respeitamos a decisão do ministro Nunes Marques, mas iremos recorrer da decisão”, escreveu. (Com informações da Agência Senado)

Vídeos Relacionados