Mais Lidas

Justiça federal

Lula é absolvido no caso de venda de medida provisória a montadoras

Juiz da 10ª Vara Federal do Distrito Federal decidiu que não há provas suficientes para a condenação

acessibilidade:
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foto: reprodução TV Record

O ex-presidente Lula foi absolvido na ação que respondia pela venda de uma Medida Provisória (MP), que beneficiou empresas do setor automotivo. A decisão foi do juiz federal Frederico Botelho de Barros Viana, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, nesta segunda-feira (21). O petista era réu por corrupção passiva.

A decisão também absolveu no mesmo processo o ex-ministro e ex-chefe de gabinete da Presidência Gilberto Carvalho, além do lobista Alexandre Paes dos Santos e do ex-conselheiro do Conselho Administrativo da Receita Federal José Ricardo da Silva, e os empresários Paulo Arantes Ferraz, ex-presidente da Mitsubishi, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o Caoa do grupo de mesmo nome, e Mauro Marcondes Machado.

Segundo a acusação do Ministério Público, o empresários prometeram R$ 6 milhões a Lula para financiar campanhas do PT em troca da edição da MP.

Vídeos Relacionados