Mais Lidas

Tham Luang

Time de futebol fala sobre dias em que ficaram presos em caverna na Tailândia

Meninos tentaram cavar saída e tiveram que beber água que escorria das pedras

acessibilidade:
Meninos que ficaram presos em caverna na Tailândia falam pela primeira vez. Foto: Twitter/Reprodução

Os 12 meninos de um time de futebol da Tailândia que ficaram presos junto com o treinador em uma caverna inundada ao norte do país deram entrevista na manhã desta quarta (17) sobre os dias em que passaram na caverna de Tham Luang.

Os “javalis selvagens” afirmaram ter tentado sair da caverna cavando “três ou quatro metros” em busca de uma saída. Foram nove dias até que as equipes de salvamento encontraram o local onde os jovens estavam presos. Em três dias de operação, mergulhadores tiraram todos de dentro da gruta.

O grupo contou que não tinham levado comida para a caverna, informação diferente da divulgada pela a imprensa anteriormente. O técnico Ekkapol Chantawong relatou as mudanças nos corpos dos presos por causa da falta de comida. Os médicos que acompanharam os meninos afirmaram que eles perderam em média 2 kg no período em que ficaram presos. Durante os dias em que ficaram internados, eles chegaram a ganhar 3 kg cada um. Já para matar a sede, os garotos e o técnico bebiam a água que escorria das pedras.

Adul Sam-on, de 14 anos, descreveu o momento em que foram encontrados como “milagroso”. Ele era o único do grupo que fala inglês e foi responsável por se comunicar com os mergulhadores que os encontraram. Os meninos aproveitaram a entrevista para pedir desculpas aos pais por terem entrado na caverna.

Os médicos afirmaram que os meninos recuperaram a força mental e física, e deram alta a todos eles. O governo da Tailândia recomendou que o grupo volte a rotina e que evite estar na mira da imprensa.

Muitos dos meninos querem continuar jogando bola e sonham em se tornar jogadores profissionais. Um deles diz querer concluir os estudos e outro quer se tornar membro da Marinha tailandesa, que fez parte do grupo que os salvou.