América

Condenado, Trump diz que país está fraudado pelo governo Biden

Caso exigia condenação unânime do Júri para evitar anulação do julgamento.

acessibilidade:
O ex presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. (Foto:agência Reuters)

O júri popular designado para o julgamento do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o condenou por unanimidade, nesta quinta-feira (30), em Nova York. Foram  34 acusações de fraude contábil pelas quais Trump teria visado ocultar o pagamento de suborno à ex-atriz pornô Stormy Daniels, com quem teria tido um romance no passado.

Os 12 jurados seguiram os argumentos da Promotoria, que acusou o ex-presidente americano de comprar o silêncio de Daniels para evitar danos à sua imagem durante a bem-sucedida campanha presidencial de 2016.

Ao deixar o tribunal, Trump culpou o atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pelo resultado do julgamento. “Todo o nosso país está sendo fraudado neste momento… Isso foi feito pela administração Biden para prejudicar um oponente político”.

Os advogados de Trump optaram por não fazer uma declaração formal ate o momento. O presidente da Câmara, Mike Johnson, classificou a condenação de Trump como “um dia vergonhoso na história americana”, acusando o sistema judicial de ser usado politicamente e descrevendo o julgamento como “um exercício puramente político, não legal”.

 A condenação foi unânime após duas horas de deliberação dos jurados, que somente com um veredito unânime emplacariam a condenação de Trump. Do contrário, o caso estaria dissolvido, e o julgamento seria refeito. O juiz responsável pelo caso, Juan Merchan, deve emitir a sentença nos próximos meses, podendo determinar prisão ou liberdade condicional, com apresentações regulares ao Departamento de Liberdade Condicional de Nova York, ou até mesmo o uso de tornozeleira eletrônica.

Se a prisão for decidida, Trump seria o primeiro candidato a fazer campanha da prisão nos Estados Unidos. Embora a pena máxima prevista seja de 4 anos, analistas consideram mais provável punições alternativas, incluindo multas.