Mais Lidas

desrespeitaram o isolamento

Festa clandestina em Lima, no Peru, deixa pelo menos 13 pessoas mortas

Dezenas de pessoas foram pisoteadas em tentativa de fuga do local após abordagem policial

acessibilidade:
Tragédia em casa noturna: ao menos 13 morreram ao tentar fugir de festa clandestina. Foto: Twitter/Reprodução

Desrespeitando as medidas de isolamento, pelo menos 13 pessoas morreram esmagadas ou asfixiadas em uma festa clandestina em Lima, capital do Peru. A confusão aconteceu na tentativa de fuga do local, quando os policiais agiram na tentativa de dispersar a aglomeração formada no Thomas Restobar na noite deste sábado (22).

Cerca de 120 pessoas estavam reunidas na casa noturna, localizada no distrito de Los Olivos, que funcionava de forma clandestina. Até o momento, estão confirmadas as mortes de 11 homens e 2 mulheres, outras seis pessoas ficaram feridas, três delas são policiais.

Vizinhos acompanharam a ação policial e de resgaste das vítimas. Foto: Twitter/Reprodução

O Ministério do Interior informou que as pessoas ficaram presas ao tentar sair, todas de uma vez, pela única porta do estabelecimento. Muitas delas acabaram sendo pisoteadas ou esmagadas durante a confusão. Segundo a polícia, 23 pessoas foram detidas por desrespeitar as ordens isolamento social.

Em comunicado, o ministério garantiu que os policiais não utilizou armas ou gás para dispersar os participantes da festa, como confirmam os moradores da região que fizeram a denuncia.

O Peru é o terceiro país da América Latina com o maior número de casos da Covid-19, 27.453 pessoas morreram vítimas da doença. O país fica atrás somente do Brasil, que lidera o ranking e do México.

(Com informações da agência Reuters)