Mais Lidas

deportado

Com recurso negado pela Justiça, Djokovic deixa a Austrália

O tenista partiu horas depois da sentença em voo para Dubai

acessibilidade:
Djokovic deixa Austrália, após recurso para manter visto ser negado pela Justiça Federal. Foto: LOREN ELLIOTT / REUTERS

O tenista Novak Djokovic, número um do mundo, deixou a Austrália neste domingo (16), após ter recurso contra o cancelamento do seu visto negado pela Justiça Federal.

O atleta partiu em voo para Dubai horas depois da sentença do tribunal. Os três magistrados que julgaram o caso entenderam que o julgamento não referia-se à decisão do ministro de Imigração, Alex Hawke, mas sobre a legalidade do ato.

Djokovic foi deportado e, de acordo com a legislação vigente na Austrália, o tenista não poderá regressar ao país durante três anos.

Em comunicado divulgado após o julgamento, o atleta afirmou estar “extremamente desapontado com a decisão do Tribunal de indeferir meu pedido de revisão judicial da decisão do Ministro de cancelar meu visto, o que significa que não posso permanecer na Austrália e participar do Aberto da Austrália”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reportar Erro