Mais Lidas

Mais de 110 presos

‘Coletes amarelos’ fazem o 23º protesto seguido na França

Mais de cem manifestantes já foram detidos no ato deste sábado, 20

acessibilidade:
Cento e dez coletes amarelos são detidos em 23º sábado de protesto em Paris. Foto: Reprodução/Twiiter

Os “coletes amarelos” fizeram o 23º protesto seguido neste sábado, 20, na França. Dezenas de encapuzados jogaram pedras em direção às forças de segurança e queimaram latas de lixo e scooters.

A polícia respondeu com gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral. Uma parte da tropa também marchou em direção a multidão para encaminhá-la para a Place de la Republique, local em que o protesto era autorizado.

As autoridades francesas ordenaram um grande destacamento policial, especialmente em Paris. Foram realizadas mais de 110 prisões e 11 mil revistas preventivas.

O movimento que surgiu em meados de novembro de 2018. Hoje, os manifestantes pretendiam se reunir nas proximidades da catedral de Notre-Dame, que foi atingida por um incêndio nesta segunda (15), mas foram proibidos.

O acesso também foi negado a locais emblemáticos como os Campos Elísios e, fora de Paris, o centro de Lyon e a praça do Capitólio em Toulouse.

O presidente francês, Emmanuel Macron, tinha programado um discurso em que iria tratar de reformas sociais para aplacar os protestos, mas o anúncio foi cancelado depois do incêndio de Notre-Dame.

A imprensa francesa aponta que a circulação de metrô está interrompida em pelo menos seis estações. Várias ruas do centro de Paris também estão com tráfego condicionado.(FolhaPress e Agência Brasil)

Vídeos Relacionados