Mais Lidas

Sem limites

Exploração imparável: passagens aéreas aumentaram 123% em apenas um ano

Salvador foi capital com maior alta (159,5%) e Belém teve a menor, 49,93%

acessibilidade:
De acordo com as estatísticas do setor externo referentes a março deste ano, as contas externas registraram déficit de US$ 2,8 bilhões no mês. Foto: Gerhard G. por Pixabay

As passagens aéreas no Brasil sofreram uma alta de 123% nos últimos 12 meses, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15).

Entre as 11 capitais analisadas, Salvador foi a que teve a maior alta (159,5%) enquanto Belém teve a menor, 49,93%.

Na variação mensal, o preço das passagens aéreas cresceu 11,36% na prévia de junho.

Este foi o subitem dentro de transportes com a principal alta entre maio e junho deste ano.

No acumulado de 2022, o valor dos bilhetes aéreos subiu 3,6%.

Reportar Erro