Mais Lidas

Made in Brasil

VW Caminhões do Brasil quase dobra o número de exportações em 2021

Os modelos produzidos na planta de Resende (RJ) da montadora seguiram para países como México, Chile e Colômbia

acessibilidade:
Volkswagen Constellation 17.180
VW Caminhões do Brasil quase dobra o número de exportações em 2021. Foto: VWCO.

Em 2021, a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) do Brasil fechou o ano com 8.400 veículos exportados, uma alta de impressionantes 80% em relação a 2020, quando 4.680 unidades saíram da planta de Resende, interior do Rio de Janeiro, em direção a outros países. 

Segundo a marca, o panorama de retomada do mercado em vários países favoreceu o resultado. Além disso, a montadora realizou investimentos para ampliar os destinos de seus modelos e também no portfólio voltado ao exterior.

“Esse forte crescimento demonstra o potencial que temos a explorar no cenário internacional e já começamos 2022 com força total em nosso plano de internacionalização. Pela primeira vez, temos um importador oficial na Ásia. Vamos seguir com nossa estratégia de conquistar o mercado, tanto no Brasil quanto no exterior, com produtos sob medida, serviços diferenciados e o melhor custo operacional”, afirma Roberto Cortes, presidente da VWCO.

De acordo com a VWCO, os modelos da família Delivery – o caminhão leve da marca – ficaram entre os favoritos da montadora no exterior. Os três modelos mais comercializados da marca são do portfólio de leves e semileves.

Além disso, México, Chile e Colômbia estão entre os três maiores mercados de exportação da Volkswagen Caminhões e Ônibus. Outra região que ganhou força foi a América Central, em que a montadora registrou seu maior volume histórico de exportações, a partir de uma mudança na estratégia de vendas e também da chegada a novos países. 

Reportar Erro