Mais Lidas

Teste da Vez

Crise de identidade, Fiat Toro Ultra e seu ‘porta-malas’ não fazem sentido

Testamos a versão topo de linha da picape que conta com capota rígida trancável, mas que teria mais nexo nas versões urbanas da italiana

acessibilidade:
Fiat Toro Ultra 2022.
Crise de identidade, Fiat Toro Ultra e seu ‘porta-malas’ não fazem sentido. Fotos: Geison Guedes/DP.

Em 2019, a Fiat apresentou o primeiro facelift para a Toro. A atualização visual da picape foi bem discreta, até porque, o estilo da italiana agradou o público brasileiro desde o primeiro momento. Há época, a grande novidade seria um modelo quase conceito, batizado de Ultra. 

Junto com o lançamento da linha 2020, a marca mostrou um modelo com capota rígida totalmente diferente do comum em picapes, que, à primeira vista, funcionaria como uma espécie de porta-malas para a caminhonete. Batizada de Ultra, a versão chegou ao mercado no fim de 2019 como opção topo de linha.

Para o segundo facelift da picape – este bem mais profundo, apresentado em abril deste ano –, a Fiat manteve a Ultra e seu “Dynamic Cover” como opção topo de linha, alinhado com o consagrado conjunto mecânico com motor turbo diesel, câmbio automático de nove velocidades e tração 4×4. Ela é o nosso “Teste da Vez”. 

Carro no Brasil está caro e, com a Toro, não é diferente. A Ultra parte de salgados R$ 203.890. Um dos diferenciais dela é que não há pacotes extras. Apenas a pintura pode ser alterada, como a da unidade que testamos, que acrescenta R$ 2,5 mil no valor da picape. 

Sem sentido

Fiat Toro Ultra 2022.

O Dynamic Cover não se mostra muito útil para uma picape 4×4.

Como falamos, o Dynamic Cover funciona como uma espécie de porta-malas, pois, além de ser rígido, conta com amortecedores para movimentação e tranca e deixa, a já elegante picape, ainda mais bela visualmente. Mas na prática, não se mostra tão útil assim, principalmente se falando de um veículo com pegada off-road como uma caminhonete. 

A primeira questão é que, apenas olhando para a caçamba, o Dynamic Cover aparenta ser capaz de resolver um problema que todo picapeiro passa, o de água e poeira no compartimento de carga. Mas mesmo com um isolamento maior, o sistema não impede a entrada de líquido e de pó. Até por isso, a marca disponibiliza a Cargo Bag de série. 

Fiat Toro Ultra 2022.

A cargo box sim protege hermeticamente as cargas.

A bolsa de viagem sim permite alocar objetos, não muito grandes, com segurança e protegido de intempéries. Na hora de levar qualquer carga maior, se passar da altura da caçamba, não é possível levar nada na Toro Ultra por causa da “tampa”, o que, como falamos, perde um pouco da ideia de uma picape, principalmente uma 4×4.

Talvez, se a Fiat tivesse investido a ideia nas versões flex (agora com motorização turbo) da Toro, a Ultra poderia ter uma vantagem maior, com apelo urbano. Já que realmente funcionaria como um porta-malas, podendo trancar e, com o auxílio da Cargo Bag, proteger cargas pequenas levadas no dia a dia, como compras de mercados e shoppings. 

Ainda melhor

Fiat Toro Ultra 2022.

A grade frontal passa a contar com estilo próprio para a versão.

Desde sua primeira aparição, ainda como conceito, durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2014, a Toro sempre chamou a atenção pelo visual, sabemos que gosto é algo pessoal, mas o estilo da picape é praticamente uma unanimidade. No último facelift, a Fiat foi além e conseguiu melhorar o que já era bom. 

Uma das principais modificações foi estilos diferentes para as versões. Assim, a Ultra tem um visual dianteiro próprio, com uma grade frontal imponente toda em preto, assim como o airbump no para-choque. O acabamento escuro também é visto no logo, rodas, estribos e rack de teto. O santo-antônio também é diferenciado, por causa do Dynamic Cover. 

Fiat Toro Ultra 2022.

A gigante tela vertical é um dos destaques da cabine.

Por dentro, as mudanças são tão impressionantes quanto na dianteira. A picape ganhou uma cabine quase toda nova. Destaques para as telas digitais, a gigante na vertical da central multimídia e a do painel de instrumentos. Os bancos contam com detalhes em vermelho (também vistos nas portas) e o nome Ultra bordado e o acabamento é todo em preto também. 

Como de costume, os materiais são bem empregados, não há rebarbas ou peças mal encaixadas. O espaço interno é bom e leva quatro adultos com extremo conforto, um quinto sempre gera apertos desnecessários. O maior deslize do interior da picape é a falta de uma saída de ar para o banco traseiro, que pelo menos conta com uma porta USB e uma tomada 12V. 

Recheada

Fiat Toro Ultra 2022.

A picape é bem recheada quando o assunto é a lista de equipamentos.

Falando nos equipamentos, a Fiat melhorou ainda mais a já completa lista da Toro, principalmente na topo de linha. Além das telas de 10 e sete polegadas, ela vem com ar-condicionado dual zone, carregamento e conexão sem fio para smartphones, bancos em couro e do motorista com ajuste elétrico e chave sensorial para abertura das portas e partida do motor. 

Na parte da segurança, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, crepuscular e de chuva, câmera de ré, auxiliares de partida e descida em rampa, monitoramento de pressão dos pneus, retrovisor eletrocrômico, faróis full LED, sete airbags, controles de tração e estabilidade, piloto automático (mas que não é adaptativo) e sistema ADAS que engloba frenagem autônoma, comutação automática do farol alto e assistente de permanência em faixa.

Terra e asfalto

Fiat Toro Ultra 2022.

A Ultra anda bem em qualquer tipo de terreno.

Durante nosso teste, rodamos quase mil quilômetros com a Toro Ultra, boa parte deles em rodovias, mas também na cidade e no fora de estrada. Uma das vantagens do novo painel de instrumentos são as funcionalidades, uma delas é o histórico de consumo que mostra os últimos cinco trechos de 20 quilômetros cada, o que auxilia o motorista a ter uma melhor condução.

Falando de consumo, no geral, contando todos os tipos de terreno que rodamos, a Toro fez bons 10,8km/h. Mas pelo histórico, teve momentos de 13,3km/l. Ou seja, é possível otimizar a condução para ter um gasto de diesel ainda melhor.

Fiat Toro Ultra 2022.

O motor é o consagrado 2.0 turbo diesel.

O motor 2.0 turbo diesel de 170 cavalos e 35,7kgfm de torque já é velho conhecido. Na estrada, aliado com o câmbio automático de nove velocidades e direção elétrica, deixa a condução da picape segura. Todas as manobras são feitas sem maiores problemas, mesmo com quatro adultos mais bagagem. 

De ultrapassagens à retomada de velocidade, passando pelas saídas, o motor responde prontamente – sempre tem aquele pequeno delay clássico de propulsores diesel e câmbios automáticos, mas nada que atrapalhe – basta pisar no acelerador que a picape dispara pelo asfalto sem maiores problemas. 

Fiat Toro Ultra 2022.

O câmbio automático de nove velocidades encaixa bem no conjunto mecânico.

Como não sofreu alterações no conjunto mecânico e o sistema 4×4 permanece o mesmo, a Ultra mantém a qualidade da Toro no fora de estrada. É até um pouco melhor, já que ela vem com pneus AT de uso misto de série, o que ajuda bastante na hora de desbravar vias sem asfalto. 

Na hora de encarar pistas com cascalhos soltos, valas, descidas íngremes, basta ativar os modos 4×4 ou 4×4 com reduzidas por meio de botões no painel, que ficaram ainda mais práticos. A única coisa que falta para a Toro é o seletor de terreno, como nos primos da Jeep, o Renegade e o Compass. Mas mesmo assim ela não se atrapalha na hora do off-road.

A Opinião do Diário Motor 

Fiat Toro Ultra 2022.

O sistema Dynamic Cover cairia melhor em uma versão flex da picape.

A Toro, como um todo, é um excelente carro, principalmente nas versões diesel. O grande porém da Ultra é conceitual. A ideia parece boa, criar uma proteção maior para a caçamba, mas que impede de levar coisas grandes, o que “derruba por terra” a ideia de se ter uma picape, principalmente uma 4×4. 

No geral, a Ultra é bem equipada, anda bem, tem visual agradável – tanto interno quanto externo – mas não funciona dentro do conceito de picape. 

Fiat Toro Ultra 2022.

Fiat Toro Ultra 2022.

É um veículo muito caro para rodar apenas na cidade (as opções turboflex são melhores neste caso) e se perde, por exemplo, na hora de ir para o sítio levando qualquer “tralha” (aqui a Ranch faz melhor essa função). 

Dessa forma, apesar de ser um excelente veículo, conceitualmente falando, a Ultra não vale a pena. Ela cairia muito melhor como opção topo de linha das versões flex (#ficaadicafiat). Dessa forma, apenas por isso, apesar de merecer uma nota alta pelo conjunto da obra, ela não merece a compra! Nota: 8

Ficha Técnica 

Fiat Toro Ultra 2022.

Motor: 2.0  

Potência máxima: 170cv 

Torque máximo: 35,7kgfm 

Direção: elétrica

Suspensão: independente nas quatro rodas

Freios: a disco nas quatro rodas

Capacidade de carga: 1t 

Dimensões (A x L x C x EE): 1.741 x 1.844 x 4.945 x 2.990mm 

Preço: a partir de R$ 203.890

Fiat Toro Ultra 2022.
Crise de identidade, Fiat Toro Ultra e seu ‘porta-malas’ não fazem sentido. Fotos: Geison Guedes/DP.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.
Fiat Toro Ultra 2022.

Reportar Erro