Mais Lidas

Outro demitido

Teich se demite após 28 dias e Nise Yamaguchi pode ser ministra da Saúde

Imunologista favorita para o cargo defende o uso da cloroquina no tratamento da covid-19

acessibilidade:
Nelson Teich e Nise Yamaguchi

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão do cargo na manhã desta sexta-feira, segundo informou o próprio ministério, e a médica Nise Yamaguchi é um dos nomes favoritos para o cargo.

Yamaguchi participava de um evento no Palácio do Planalto quando, ao final, foi convidada pelo presidente a subir com ele para seu gabinete, no terceiro andar. Eles estão reunidos neste momento

Teich assumiu no lugar de Luiz Henrique Mandetta há 28 dias, em 17 de abril. Ele apresentou seu pedido de demissão um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro exteriorizar seu desagrado com o auxiliar ao se referir a ele pela pronúncia aportuguesada do seu sobrenome.

Outro nome citado para o cargo é do ex-ministro de Cidadania Osmar Terra. Médico e tendo no currículo o comando no combate à gripe H1N1, que matou quase 800 pessoas em 2019 no Brasil, Terra defende como Bolsonaro o isolamento apenas parcial da população.

No dia de sua posse, Nelson Teich disse que tinha “alinhamento completo” com o presidente Jair Bolsonaro, mas nos últimos dias apresentou desentendimentos sobre medidas do governo, como o decreto que ampliou a definição de “serviços essenciais” para incluir salões de beleza e academias de ginástica.

Bolsonaro andava irritado com o fato de Teich não ter seguido sua orientação incluindo o medicamento cloroquina ou hidroxicloroquina no tratamento dos pacientes de novo coronavírus. Essa tem sido uma pregação insistente do presidente, mas o ministro nunca a avalizou.

Vídeos Relacionados