19/01/2019

Governos do PT criaram ‘crime perfeito’ no BNDES

Governos do PT criaram ‘crime perfeito’ no BNDES

A “exportação de bens e serviços” custeada pelo Tesouro Nacional via BNDES foi criada pelo governo FHC, em 1998, para driblar a exigência constitucional de submeter ao Senado financiamentos no exterior com dinheiro público. Mas a invenção da tecnocracia tucana foi sofisticada nos governos do PT, com o “crime perfeito” de financiar ditaduras sem órgãos de controle, tipo TCU, que resultou na chocante ‘lista BNDES’, divulgada nesta sexta (18), de obras no exterior com dinheiro público.
19/01/2019

Esquema secreto

Esquema secreto

O Tesouro Nacional passou a financiar obras bilionárias lá fora, a juros irrisórios e carência de mais de vinte anos, em contratos secretos.
19/01/2019

Tudo sem licitação

Tudo sem licitação

A única condição imposta às ditaduras financiadas era a obra ser feita por empreiteira brasileira, e sem licitação. Quase sempre, a Odebrecht.
19/01/2019

Do Tesouro para o bolso

Do Tesouro para o bolso

O valor saía do Tesouro, fazia “pit-stop” no BNDES e acabava na conta da empreiteira no Brasil, em reais. Sem passar pelo crivo do Senado.
19/01/2019

Os bilhões da favorita

Os bilhões da favorita

A lista do “crime perfeito”, com dinheiro do BNDES, saiu nesta sexta (18). Só a Odebrecht, empreiteira favorita de Lula, levou R$18 bilhões.
19/01/2019

Sindicatos querem obter dinheiro com chantagem

Sindicatos querem obter dinheiro com chantagem

É criminosa a manobra de sindicalistas para “compensar” a perda de receita após a reforma trabalhista. Ameaçam excluir dos benefícios obtidos em negociações, inclusive reajustes, os trabalhadores que não pagam imposto ou “contribuição” sindical. A medida imaginada pelos pelegos é inconstitucional e não resistiria à Justiça, mas a tentativa de extorsão revela o tipo de gente que controla o movimento sindical.
19/01/2019

Matou a pau

Matou a pau

A lei que instituiu a reforma trabalhista determina que a cobrança só pode ser feita com a prévia autorização de cada trabalhador.
19/01/2019

Dinheiro fácil

Dinheiro fácil

Os pelegos, que construíram fortunas pessoais com os R$3,5 bilhões anuais do imposto obrigatório, alegam que perderam 90% da receita.
19/01/2019

Lojas sindicais

Lojas sindicais

Muitos sindicatos viraram forma de achacar incautos e tornar vigaristas milionários. O Brasil tem hoje 93% de todos os sindicatos do mundo.
19/01/2019

Rolê presidencial

Rolê presidencial

O presidente Jair Bolsonaro saiu do seu gabinete, no 3º andar, e deu um rolê no 4º andar do Planalto, sexta, na hora do almoço. Sorridente, entrou em salas, abraçou servidores e fez selfies. Parou o andar.
19/01/2019

Encontro marcado

Encontro marcado

A líder do MDB no Senado, Simone Tebet, convocou a bancada para definir no dia 29 o candidato do partido a presidente da Casa. Renan Calheiros (AL), que não teve votos nem para permanecer na liderança, da qual foi destituído, terá um encontro com a realidade.
19/01/2019

Não deu para fingir

Não deu para fingir

Na visita do argentino Macri, Bolsonaro inaugurou o teleprompter e se deu mal. O brinquedo projeta o discurso em uma lâmina de vidro para o orador fingir que fala de improviso. Mas fingimento não é seu forte.
19/01/2019

Decisão vergonhosa

Decisão vergonhosa

É vergonhosa a anistia do governador Renato Casagrande (PSB-ES) dos que participaram do criminoso motim que matou 130 pessoas em 2017. Garantiu a impunidade, premiou o crime e criou o precedente.
19/01/2019

Discípulo de Lao-Tsé

Discípulo de Lao-Tsé

Governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) desistiu de algumas medidas após exercício de humildade: concluiu que sua ideia ou o momento não eram adequados. Não dá ouvidos a críticos, mas a Lao-Tsé: “O homem que erra uma vez e não corrige está errando pela segunda vez”.
19/01/2019

Gangorra elétrica

Gangorra elétrica

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica deu péssima notícia para os consumidores. A previsão de preço médio em 2019, que havia caído de R$ 142,53/MWh para R$ 110,14, subiu para R$ 185,28.
19/01/2019

Tragédia iminente

Tragédia iminente

Exatas 20.099 pessoas e 5.432 residências estão na área de risco no bairro do Pinheiro (Maceió), onde se registram acomodação do solo e rachaduras. Na área vermelha, 1.824 pessoas correm risco de tragédia.
19/01/2019

Estado é uma mãe

Estado é uma mãe

Partidos políticos recebem do Estado brasileiro quase R$800 milhões a título de “fundo partidário”, R$ 110 milhões de multas eleitorais e, a cada 4 anos, quase R$ 2 bilhões do fundão eleitoral de campanhas.
19/01/2019

Pergunta no Congresso

Pergunta no Congresso

Os 70% de ótimo, bom e regular na avaliação do governo Bolsonaro é boa ou má notícia?