Mais Lidas

Vivendo em pânico

Terror difundido sobre Covid prejudica milhares de pessoas que têm câncer sem saber

Pânico alardeado afastou pacientes dos exames e fez cair diagnósticos em até 33%

acessibilidade:
Pânico alardeado pela imprensa e políticos afastou pacientes dos exames e fez cair diagnósticos em até 33%. Foto: Secretaria de Saúde DF/Reprodução

Um dos lados mais perversos da pandemia é o terror em que as pessoas passaram a viver devido à avalanche diária de reportagens apocalípticas que levaram muitos a deixar de fazer exames para se prevenir e tratar outras doenças graves.

Estudo comandado pela Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo trouxe revelações preocupantes com relação à queda de até 33% em diagnósticos de vários tipos de câncer.

Essa conta chegará e, no caso do câncer, talvez não seja possível esperar a vacina. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Dados colhidos em hospitais de SP mostram que, comparados a 2019, são 4,5 mil casos de câncer de próstata não diagnosticados em 2020.

Em âmbito nacional, a estimativa é que cerca de 22 mil pessoas podem não ter contraído a covid, mas têm câncer de próstata e não sabem.

Nos casos de câncer múltiplo na próstata, rim e bexiga, a redução nos diagnósticos foi de 26%, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.

Outro problema criado pelo pânico instalado foi a redução dos doadores de medula óssea. O cadastro de doadores registrou queda de 30%.