Brasil bombando

PIB cresce forte, previsão é de 5% este ano e pode chegar a 7% em 2022

Brasil vai “bombar”, sobretudo nas áreas de infraestrutura e construção civil, segundo especialistas

acessibilidade:
Tarcisio de Freitas e Jair Bolsonaro

O tal “mercado financeiro” deve desculpas ao Brasil: seus economistas erraram feio nas previsões do Produto Interno Bruto (PIB), que teve forte crescimento de 1,2% no 1º trimestre, o dobro do esperado.

Agora, há uma corrida de revisões de aumento do PIB, após o banco Itaú estimar em 5% este ano. E já se constrói o consenso de que será de 7% o PIB de 2022.

É que, para a média de 5% em 2021, a economia deve estar em 7% no último trimestre, e iniciará o ano eleitoral de 2022 nesse ritmo. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O Brasil vai “bombar”, sobretudo nas áreas de infraestrutura e construção civil, dizem especialistas. Quem investir nessas áreas vai se dar bem.

Erros assim do “mercado” impactam a economia e prejudicam o País porque definem juros, câmbio, superávit primário, balança comercial etc.

Até há 30 dias, o máximo que se esperava era crescimento de 3% este ano. Goldman Sachs revisou para 4,5% e o Itaú Unibanco foi a 5%.

Com o Brasil crescendo a 5% em 2021 e 7% em 2022, com recuperação de empregos, a tendência é melhorar a avaliação do governo Bolsonaro.